57º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Página Inicial

Grade


13/11/2022 (Domingo)

  Sala 1 Sala 2 Sala 3 Sala 4 Sala 5 Sala 6 Sala 7 Sala 8 Sala 12 Sala 9 Sala 10
08:00 08:00 - 12:00

Imunizações

08:00 - 18:00

Genômica e suas aplicações no estudo de doenças infecciosas

08:00 - 12:00

Vigilância das coberturas vacinais

08:00 - 12:00

Atualização do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite B e coinfecções

08:00 - 18:00

Publicação Científica

08:00 - 12:00

Engenharia, equipamentos e sistemas para ambientes de alta contenção biológica (NB-3)

08:00 - 12:00

Doenças tropicais e o Binômio mãe-filho: gestar, parir e amamentar

08:00 - 12:00

Triatomíneos

  08:00 - 18:00

Epidemiologia das doenças transmissíveis

08:00 - 12:00

Doenças exóticas da Amazônia

09:00 09:00 - 10:30

Curso de Análise espacial/geoprocessamento aplicado à saúde pública

10:30 10:30 - 11:00

INTERVALO

11:00 11:00 - 12:00

Revisão sistemática e metanalise de estudos observacionais

12:00             12:00 - 14:00

INTERVALO

 
14:00 14:00 - 18:00

Medicina Tropical e Viajantes

14:00 - 18:00

Novo SIPNI - Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações

14:00 - 18:00

A questão da Saúde LGBTQI+ nos trópicos: o que queremos, o que fazemos

14:00 - 18:00

Avaliação de risco - princípios e métodos para o trabalho em ambiente laboratorial

14:00 - 18:00

Abordagem à síndrome febril com ênfase a febre prolongada de origem obscura

14:00 - 18:00

Manejo clínico em doença de Chagas

14:00 - 15:30

Cuidado Centrado na Pessoa e a linha de cuidado: O percurso terapêutico da pessoa com tuberculose

 
15:30 15:30 - 16:00

INTERVALO

 
16:00 16:00 - 18:00

Manejo e atualizações da tuberculose infecção adulta e pediátrica - ILTB

 
18:00                      

Legenda

  • MEDTROP
  • IX Workshop Nacional REDE-TB

14/11/2022 (Segunda-feira)

  Sala 1 Sala 2 Sala 3 Sala 4 Sala 5 Sala 6 Sala 7 Sala 8 Arena Silenciosa 1 Arena Silenciosa 2 Arena Silenciosa 3 Arena Silenciosa 4 Sala 12 Salão B
08:30 08:30 - 09:00

Experiência do Brasil no fortalecimento e ampliação da Rede de Vigilância, Alerta e Respostas as Emergências em Saúde

08:30 - 09:00

Impactos atuais e futuros da pandemia de COVID-19 nas doenças crônicas não transmissíveis e saúde mental

08:30 - 09:00

Como fazer o diagnóstico diferencial das arboviroses, a nova revisão da OPAS

08:30 - 09:00

Situação das vacinas para arbovírus, que lições podemos aprender com o enfrentamento da pandemia de COVID-19?

08:30 - 09:00

Situação da circulação do vírus do sarampo no Brasil: em busca da eliminação

08:30 - 09:00

Identificação de Acanthamoeba como agente etiológico causador de úlcera de córnea em pacientes atendidos em um serviço de referência da Amazônia

08:30 - 12:00

Taxonomia de flebotomíneos

08:30 - 08:50
Species complex in sand flies

08:50 - 09:10
Lutzomyia longipalpis: passado e futuro

09:10 - 09:30
Macrogeographic genetic structure of L. longipalpis complex populations using NGS

09:30 - 09:50
The role of male copulatory courtship song and female blood-feeding in the reproductive success of L. longipalpis

09:50 - 10:10
A distribuição no Brasil dos feromônios sexuais no complexo Lutzomyia longipalpis

10:10 - 10:30
Evidence of multiple evolutionary lineages of Lutzomyia umbratilis in theBrazilian Amazon

10:30 - 10:50
A definir

10:50 - 11:10
DEBATE

08:30 - 09:00

(adicionar tema)

08:30 - 09:00

Novas tecnologias em Vigilância e controle de Vetores

08:30 - 09:00

Aspectos radiológicos e de função respiratória do comprometimento pulmonar relacionado ao HTLV-1

08:30 - 09:00

Vigilância molecular e genômica do vírus da Febre Amarela em mosquitos e primatas não humanos durante o surto de 2017-2018 no Horto Florestal da cidade de São Paulo

08:30 - 09:00

Mucormicose e sua relação com a COVID-19

  08:30 - 10:30

Impacto da COVID-19 na Saúde e Sociedade

08:30 - 08:50
Tendências Epidemiológicas e Perspectivas da COVID-19

08:50 - 09:10
Impactos socioeconômicos da COVID-19

09:10 - 09:30
A dimensão Política e Social da COVID-19

09:30 - 09:50
A COVID-19 impulsionou avanços científicos e sociais?

09:50 - 10:30
DEBATE

09:00 09:00 - 10:30

Epidemiologia nos serviços

09:00 - 09:20
Estratégias para o fortalecimento e disseminação da Epidemiologia nos Serviços

09:00 - 10:30

Desafios da prática da medicina de viagem durante a pandemia de COVID-19

09:00 - 09:20
A dinâmica das fontes de informações durante a pandemia de COVID-19

09:20 - 09:40
Os desafios da MedViagem durante a pandemia de COVID-19 e perspectivas

09:40 - 10:00
Os protocolos de segurança como legado da pandemia por COVID-19

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Atualização e perspectivas em Zika

09:00 - 09:15
Aspectos clínicos e epidemiológicos das coortes pediátricas em seguimento prolongado

09:15 - 09:30
Anomalias Congênitas prioritárias para Vigilância ao Nascimento - microcefalia congênita

09:30 - 09:45
Prevalência e Fatores de risco associadas as arboviroses em áreas urbanas (Zika, dengue e CHICKV)

09:45 - 10:00
Sobrevida dos casos de Síndrome da Infecção pelo Zika vírus no Brasil

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Onde publicar os artigos científicos?

09:00 - 09:15
A evolução do impacto dos periódicos de medicina tropical do Brasil

09:15 - 09:30
A preparação de um artigo científico se inicia na definição do objetivo da pesquisa e seu planejamento

09:30 - 09:45
Os desafios da publicação de artigos em repositórios de preprints

09:45 - 10:00
Evolução e sustentabilidade de um periódico científico brasileiro

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Coberturas vacinais e hesitação a vacinação

09:00 - 09:20
Situação atual das coberturas vacinais

09:20 - 09:40
Hesitação vacinal, impacto das fakenews

09:40 - 10:00
A qualidade da informação para a melhoria das coberturas vacinais

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Como avançar no controle da esquistossomose e geohelmintíases no Brasil

09:00 - 09:20
Desafios para o Controle da Esquistossomose na Atenção Básica à Saúde

09:20 - 09:40
Novas diretrizes da OMS no Controle e Eliminação da Esquistossomose

09:40 - 10:00
Esquistossomose urbana - desafios e avanços no controle

10:00 - 10:30
DEBATE

  09:00 - 10:30

Importância do monitoramento e avaliação da resistência dos anofelinos aos inseticidas

09:00 - 09:20
Importância da formação da rede de monitoramento e avaliação da resistência dos anofelinos aos inseticidas para o controle vetorial da malária no Brasil

09:20 - 09:40
Experiência na avaliação da susceptibilidade dos anofelinos aos inseticidas na Colômbia

09:40 - 10:00
O que aprendemos com as redes internacionais de monitoramento da resistência a inseticidas em vetores

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

HTLV: uma infecção negligenciada

09:00 - 09:20
A infecção pelo HTLV em populações vulneráveis no Estado do Pará

09:20 - 09:40
HTLV-1 e co-infecções

09:40 - 10:00
Análise da Implementação de Políticas Públicas de Saúde para HTLV-1 no Brasil

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Vigilância genômica e o impacto das Variantes de Preocupação na epidemiologia da COVID-19

09:00 - 09:20
Ferramentas Analíticas para montagem de genomas e classificação de variantes de SARS-CoV-2

09:20 - 09:40
Vigilância Genômica na Amazônia Ocidental

09:40 - 10:00
Papel da Vigilância Genômica de SARS-CoV-2 no Brasil

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

COVID e micoses

09:00 - 09:15
Mucormicose

09:15 - 09:30
Aspergilose e programas de vigilância na administração de antifúngicos (stewardship)

09:30 - 09:45
Paracoccidioidomicose

09:45 - 10:00
Candidiases

10:00 - 10:30
DEBATE

 
09:20 09:20 - 10:30

Vigilância e Epidemiologia

09:20 - 09:35
Proposta de modelagem matemática de intervenções sociais e biomédicas para eliminação da tuberculose até 2035

09:35 - 09:50
Avaliação de desempenho do controle da tuberculose em municípios brasileiros

09:50 - 10:05
A Vigilância Laboratorial como Ferramenta no Controle da Tuberculose

10:05 - 10:20
Incidência e determinantes sociais da tuberculose na população de baixa renda no Brasil, 2004 a 2018

10:20 - 10:30
DEBATE

09:20 - 10:30

Direitos humanos e vulnerabilidade social

09:20 - 09:35
Situação dos migrantes forçados no Brasil e a vulnerabilidade à tuberculose

09:35 - 09:50
Populações em situação de rua, o direito e equidade em saúde

09:50 - 10:05
Tuberculose em segmentos da população negra do Brasil: no que avançamos e o que ainda não sabemos?

10:05 - 10:20
Direitos humanos e tuberculose: uma abordagem da sociedade civil

10:20 - 10:30
DEBATE

10:30             10:30 - 11:00

INTERVALO

           
11:00 11:00 - 12:00

Estratégia de Vigilância, Alerta e Respostas às Emergências em Saúde Pública do Sistema Único de Saúde do Brasil

11:00 - 12:00

Vaccines for Zika virus: present situation and perspectives

11:00 - 12:00

Monkeypox: uma nova doença emergente

11:00 - 12:00

Lagoquilascaríase: novidades, lacunas e desafios

11:00 - 12:00

Imunização: Desafios para o alcance de metas das coberturas vacinais no Brasil

11:00 - 12:00

Urbanização da Esquistossomose no Brasil

11:00 - 12:00

CONFERÊNCIA MEDTROP

11:00 - 12:00

The evolutionary history of zoonotic malaria

11:00 - 12:00

Desafios para aumento da adesão da vacinação para HPV no Brasil

11:00 - 12:00

Vírus sintéticos para o desenvolvimento de Vacinas e estudos virológicos

11:00 - 12:00

Origens de novos patógenos: importância de políticas públicas de biossegurança, prevenção e controle de epidemias e pandemias

  11:00 - 12:00

Impacto da COVID-19 na saúde do Brasil

12:00             12:00 - 14:00

INTERVALO / SESSÃO TEMAS LIVRES

12:00 - 13:00

Simpósio QIAGEN

        12:00 - 13:00

A participação comunitária em estudos para a criação de evidência para recomendação (CCAP TB Brasil, CCAP SimplicTB, CCAP Stream - Moldávia, Global TB Cab, CSTF, Impact 4TB)

12:00 - 14:00

INTERVALO

13:00             13:00 - 14:00

INTERVALO

         
14:00 14:00 - 15:30

Consulta de orientação pré-viagem: riscos e prevenção

14:00 - 14:20
A comunicação de risco na consulta de orientação pré-viagem

14:20 - 14:40
Acidentes com animais peçonhentos em viajantes

14:40 - 15:00
Arboviroses imunopreveníveis para viajantes

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Modelagem e análise de dados sobre doenças sensíveis ao clima

14:00 - 15:30

Malária: vigilância em saúde

14:00 - 14:20
Novas metodologias de vigilância genômica

14:20 - 14:40
SIVEP - Malária como instrumento para estimar recorrências de Plasmodium vivax no Brasil

14:40 - 15:00
Geotecnologias para predição de cenários epidemiológicos

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Pathogenesis update

14:00 - 14:20
Patogênese da febre do Oropouche

14:20 - 14:40
Patogênese de bactérias multirresistentes

14:40 - 15:00
Patogênese de fungos dimórficos

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Equidade de acesso e imunização

14:00 - 14:20
Operação GOTA: vacinação em áreas de difícil acesso

14:20 - 14:40
Operação acolhida e Ações de vacinação na região Norte

14:40 - 15:00
Vacinação dos povos indígenas

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Revisão Crítica da Sorologia para Diagnóstico da Esquistossomose: atualização e perspectivas

14:00 - 14:20
A experiência do Instituto Adolfo Lutz

14:20 - 14:40
A experiência no Laboratório de Diagnóstico e Terapia de Doenças Infecciosas Câncer do Instituto René Rachou

14:40 - 15:00
Perspectivas de novos antígenos diagnósticos

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:00

Desvendando as interações moleculares entre Leishmania e flebotomíneos: como usar essa informação para o controle da transmissão de leishmaniose

14:00 - 15:30

Impactos da pandemia de COVID-19 na TB

14:00 - 14:15
Impacto da pandemia da COVID-19 nos indicadores epidemiológicos e operacionais da TB no Brasil: análise comparativa de 2019 a 2021

14:15 - 14:30
Impacto da pandemia de COVID-19 na pandemia: perspectiva do usuário

14:30 - 14:45
Impacto da pandemia no TPT

14:45 - 15:00
Lições aprendidas da COVID-19 para a tuberculose

15:00 - 15:15
Impacto da tuberculose nos desfechos clínicos de COVID-19

15:15 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Vigilância de vetores de interesse médico

14:00 - 14:20
Vigilância de Triatomíneos

14:20 - 14:40
Vigilância de Carrapatos

14:40 - 15:00
Impacto das mudanças climáticas e ambientais na exposição das leishmanioses e na transmissão de COVID-19

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Fortalecimento da vigilância das infecções sexualmente transmissíveis no Brasil

14:00 - 14:20
Uso das tecnologias diagnósticas na implementação da vigilância das IST

14:20 - 14:40
Vigilância da etiologia das IST e da susceptibilidade do gonococo aos antimicrobianos

14:40 - 15:00
Panorama e perspectivas da vigilância do HTLV no Brasil

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Influência da infecção pelo SARS-CoV-2 nas doenças tropicais

14:00 - 15:30

Casos clínicos complexos em doenças tropicais

14:00 - 15:30

TB, TB/HIV e Comorbidades: da perspectiva clínica à pesquisa operacional

14:00 - 14:15
O papel do ferro no metabolismo e virulência do M. tuberculosis

14:15 - 14:30
Dinâmica das subpopulações de linfócitos T em indivíduos com tuberculose pulmonar coinfectados com vírus da imunodeficiência humana

14:30 - 14:45
O efeito da disglicemia na transmissão da Mycobacterium tuberculosis, na apresentação clínica e desfechos da tuberculose

14:45 - 15:00
Desafios da coordenação de ações no cuidado às pessoas com coinfecção pela TB/HIV: o papel da linha de cuidado

15:00 - 15:15
A perspectiva das pesquisas operacionais no fortalecimento da capacidade de resposta à TB

15:15 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Vigilância da COVID-19 no Brasil

14:00 - 14:20
Panorama da COVID-19 no Brasil e as perspectivas da vigilância, após a revogação da Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN)

14:20 - 14:40
Situação epidemiológica e heterogeneidades regionais na notificação de casos da COVID-19 no Brasil - dados e-SUS Notifica

14:40 - 15:00
Perfil epidemiológico da COVID-19 em casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no período de 2020 a 2022

15:00 - 15:30
DEBATE

15:00 15:00 - 18:00

Biologia e controle de flebotomíneos

15:00 - 15:20
Bionomia de flebotomíneos potenciais transmissores de Leishmania na região metropolitana de Belém

15:20 - 15:40
Prováveis vetores de Leishmania spp. nas fronteiras do Brasil

15:40 - 16:00
Are the New World Sandflies all permissive vectors?

16:00 - 16:20
Spatial Analysis as a toll to follow urbanization of ATL cases in Caratinga, Brazil: Sandflies species and human cases between 2007-2021

16:20 - 16:40
Avaliação do comportamento de Lutzomyia longipalpis frente ao uso de coleiras impregnadas com inseticida

16:40 - 17:10
Avaliação de mosquiteiros impregnados com inseticidas para flebotomíneos e triatomíneos

15:30             15:30 - 16:00

INTERVALO

          15:30 - 16:00

INTERVALO

16:00 16:00 - 17:30

Vacinação de imunodeprimidos

16:00 - 16:20
Vacinas antipneumocócicas

16:20 - 16:40
Vacinas contra Herpes Zoster

16:40 - 17:00
Vacina da COVID-19 para imunodeprimidos

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Epidemiologia Ambiental como ferramenta de vigilância em saúde

16:00 - 16:20
Exposição ambiental por agrotóxicos em áreas da Amazônia brasileira

16:20 - 16:40
Relação Toxoplasma gondii e meio ambiente no contexto da vigilância em saúde

16:40 - 17:00
Parâmetros nutricional e higiênico -sanitário de ostras Crassostrea spp

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

A estratificação de risco para arboviroses

16:00 - 16:20
O que é a estratificação de risco e quais as dificuldades para a implementação da metodologia no país?

16:20 - 16:40
Relato de experiência – Projeto ArboAlvo

16:40 - 17:00
Cenários operativos para o controle do Aedes aegypti

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Malária dos viajantes: o desafio continua

16:00 - 16:20
Malária de Mata Atlântica em viajantes – experiência do ambulatório pós viagem da FIOCRUZ

16:20 - 16:40
Reservatórios de Plasmodium spp. em primatas não-humanos (PNH) na Mata Atlântica

16:40 - 17:00
Manejo clínico da malária na extra-Amazônia: principais desafios

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Modelagem das Arboviorses Silvestres

16:00 - 16:20
Iniciativas de pesquisa com modelagem de dados e análise de risco aplicadas à Febre Amarela no Brasil

16:20 - 16:40
Da experiência de modelagem de dados durante a emergência de Febre Amarela em São Paulo à aplicação na região Sul e as perspectivas para a região Centro-Oeste

16:40 - 17:00
Histórico, experiências e inovações na modelagem de dados aplicada à Febre Amarela

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Hidatidose Humana (Equinococose)

16:00 - 16:20
Aspectos epidemiológicos e laboratoriais da equinococose neotropical no Brasil

16:20 - 16:40
Abordagem Clínica: causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção

16:40 - 17:00
Abordagem Cirúrgica: Complicações da equinococose neotropical

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:15

Fármacos e tratamentos

16:00 - 16:15
Redução no tempo de tratamento da tuberculose: estudo SimplicTB

16:15 - 16:30
Estratégias de incorporação de novas tecnologias e os desafios do mercado

16:30 - 16:45
Novos arranjos orgarnizacionais e gestão do cuidado às pessoas com TBMDR

16:45 - 17:00
Jornada do desenvolvimento de fármacos: uma experiência da bancada ao patenteamento

17:00 - 17:15
DEBATE

16:00 - 17:30

História da dispersões e invasões e vigilância molecular de Aedes aegypti e Aedes albopictus nas Américas

16:00 - 16:20
Ferramentas para análise de genética de populações

16:20 - 16:40
Associações entre marcadores genômicos e fenótipos

16:40 - 17:00
Vigilância de marcadores moleculares

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Acesso às tecnologias em saúde para o enfrentamento das infecções sexualmente transmissíveis

16:00 - 16:20
Avanços e desafios na prevenção combinada das IST na rede municipal de saúde de Belém/PA

16:20 - 16:40
Tecnologia educacional de orientação a adesão ao tratamento de pessoas vivendo com o HIV

16:40 - 17:00
A importância da validação de teste “POINT OF CARE” em cenário de vida real

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Vigilância da Influenza e Outros Vírus Respiratórios (OVR) no Brasil

16:00 - 16:15
Desafios e Avanços na Vigilância Sentinela de Síndrome Gripal (SG) e na Vigilância de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) da Influenza e Outros Vírus Respiratórios (OVR) no Brasil

16:15 - 16:30
Atualizações no tratamento e Manejo Clínico dos casos da covid-19, Influenza e Vírus Sincicial Respiratório (VRS) no mundo e Brasil

16:30 - 16:45
Vigilância da Influenza, COVID-19 e outros vírus respiratórios no estado de São Paulo. Uma história a ser contada

16:45 - 17:00
Abordagem One Health (Saúde Única) e os vírus respiratórios de importância em Saúde Pública. Uma revisão.

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Quatro contribuições à história da medicina tropical no Brasil: Como as doenças negligenciadas moldam o mercado farmacêutico?

16:00 - 16:15
Políticas globais de inovação para a leishmaniose

16:15 - 16:30
História das leishmanioses no Novo Mundo vista pela Amazônia brasileira

16:30 - 16:45
A aviação como desafio sanitário – o Anopheles gambiae e as novas conexões internacionais (1930-1944)

16:45 - 17:00
Águas, doenças e ecologia na Grande Aceleração: as pesquisas e o controle da esquistossomose no Brasil (1950-1976)

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:15

Biossegurança e controle de infecção

16:00 - 16:15
Operacionalização do controle de infecção nos três níveis de atenção

16:15 - 16:30
Inovações Tecnológicas para o controle de infecção em unidades de saúde e pesquisa

16:30 - 16:45
Inquérito sobre as condições de Biossegurança em unidades de saúde no Brasil: o olhar do profissional de saúde

16:45 - 17:00
A rede de atenção à saúde (RAS) e o controle de infecção por M. tuberculosis

17:00 - 17:15
DEBATE

16:00 - 17:30

Excesso de mortalidade em tempos de COVID-19 o que deixamos de fazer?

16:00 - 16:15
TEMA

16:15 - 16:30
Compreendendo o excesso de mortalidade em tempos de COVID-19

16:30 - 16:45
TEMA

16:45 - 17:00
Impacto do Serviço de Verificação de Óbitos para compreensão da mortalidade por COVID-19

17:00 - 17:30
DEBATE

17:15 17:15 - 18:00

Assembleia REDE-TB

 
17:30 17:30 - 18:00

Febre recorrente transmitida por carrapatos, doença zoonótica negligenciada no Brasil?

17:30 - 18:00

Exposição ao mercúrio e alterações neurológicas na Amazônia

17:30 - 18:00

Uso de Wolbachia no controle de arboviroses

17:30 - 18:00

Avanços na vigilância e controle das micoses sistêmicas no Brasil

17:30 - 18:00

Análise de Risco para reintrodução da Poliomielite no Brasil

17:30 - 18:00

Hidatidose humana, doença silenciosa na Amazônia

17:30 - 18:00

Alga marinha vermelha no controle de caramujos e no Schistosoma mansoni

17:30 - 18:00

Caracterização de perdas de equilíbrio postural em pessoas infectadas com HTLV-1

17:30 - 18:00

A comunicação no ato de vacinar em tempos de pandemia

17:30 - 18:00

Possíveis emergências no contexto das arboviroses

  17:30 - 18:30

Epidemiologia aplicada na resposta, onde acertamos e o que precisamos aprimorar?

18:00                          
18:30                            

Legenda

  • MEDTROP
  • Entomol 9
  • IX Workshop Nacional REDE-TB
  • 2° Fórum Covid-19

15/11/2022 (Terça-feira)

  Sala 1 Sala 2 Sala 3 Sala 4 Sala 5 Sala 6 Sala 7 Sala 8 Arena Silenciosa 1 Arena Silenciosa 2 Arena Silenciosa 3 Arena Silenciosa 4 Sala 12 Salão B
08:30 08:30 - 09:00

Acidentes humanos por Tityus obscurus. Sua relevância nos acidentes por aracnídeos no Estado do Pará

08:30 - 09:00

The GPCR-like SR25 knock-out for unraveling the molecular mechanism of antimalarials activity in Plasmodium falciparum

08:30 - 09:00

Novas perspectivas para a Vigilância das Arboviroses no Brasil

08:30 - 09:00

Surto de esporotricose na cidade de Manaus: aspectos clínicos, laboratoriais e ecologia da doença

08:30 - 09:00

Estratégia de Vacinação nas Fronteiras: Perspectivas e Desafios

08:30 - 09:00

Bartonelose humana no Brasil

08:30 - 12:00

Interação vetor-patógeno/Resistência a inseticidas

08:30 - 08:50
Sistema imune de Rhodnius prolixus e microbiota

08:50 - 09:10
Plasmodium vivax infection in Non Human primates

09:10 - 09:30
The success of the establishment of a large-scale colony of Anopheles darlingi for vector competition studies on the transmission of malaria in the Amazon

09:30 - 09:50
Vias de mobilização de célula tronco intestinal em mosquitos teriam um papel como mecanismo de competencia vetorial

09:50 - 10:10
The differential patterns of Zika and dengue (and their serotypes) infections in Aedes aegypti: New discoveries of the diverse response of vector field populations

10:10 - 10:30
O arbovírus da Oropouche e o seu potencial de urbanização

10:30 - 10:50
O monitoramento da resistência de Aedes aegypti a inseticidas no Brasil

10:50 - 11:10
Avaliação da suscetibilidade/resistência de anofelinos aos inseticidas utilizados em saúde pública

08:30 - 09:00

Vacina MTBVAC

08:30 - 09:00

Monkeypox na gestação: um panorama da doença em gestantes e possíveis implicações da infecção congênita

08:30 - 09:00

Situação Epidemiológica da Brucelose Humana no Brasil

08:30 - 09:00

Borreliose: competência vetorialdo gênero Ornithodoros e possíveis hospedeiros amplificadores no Brasil

08:30 - 09:00

Princípios da relação patógeno-hospedeiro em doenças infecciosas e suas consequências para a evolução clínica e prognostico

  08:30 - 10:30

Desafios na vigilância laboratorial no Brasil: SARS-CoV-2 e vírus influenza

08:30 - 08:50
Vigilância genômica do SARS-CoV-2: novas variantes, sublinhagens, recombinantes, reinfecção nos laboratórios de referência do Brasil

08:50 - 09:10
Vigilância Genômica da Influenza e COVID-19 no estado de São Paulo: avanços e desafios

09:10 - 09:30
Organização da vigilância laboratorial para resposta à pandemia da COVID-19 no Brasil, o que existia e o que foi implementado

09:30 - 09:50
Vigilância genômica do SARS-CoV-2 nos EUAs e no mundo

09:50 - 10:30
DEBATE

09:00 09:00 - 10:30

Carrapatos de importância em saúde pública no Brasil

09:00 - 09:20
Carrapatos do gênero Ornithodoros

09:20 - 09:40
Carrapatos do gênero Amblyomma

09:40 - 10:00
Carrapatos da família Ixodidae (Borrelia)

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Estratégias de vigilância em cenários de baixa transmissão com foco na eliminação da malária no Brasil

09:00 - 09:20
SAPS - A visão da Atenção Primária em Saúde para a eliminação da Malária no Brasil

09:20 - 09:40
Estratégias de Vigilância em Saúde na perspectiva da eliminação da malária

09:40 - 10:00
Classificação do casos de malária de acordo com o cenário local: aplicação do DT

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Estratégias para o controle da transmissão de arbovírus utilizando componentes do microbioma dos mosquitos

09:00 - 09:20
Avanços na utilização da bactéria Wolbachia no controle de arbovírus

09:20 - 09:40
Vírus específicos de insetos, uma possível nova ferramenta para o controle de arbovírus?

09:40 - 10:00
A microbiota fúngica dos mosquitos Aedes aegypti como alternativa promissora para o controle de arboviroses de importância médica

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Surtos emergentes globais

09:00 - 09:20
A varíola dos macacos

09:20 - 09:40
Hepatite aguda na infância - novos insights

09:40 - 10:00
O que pode chegar?

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Vacina contra as Hepatites A e B: Vacinação X Imunização

09:00 - 09:20
Vacinação hepatites virais A e B

09:20 - 09:40
Situação Hepatites A e B no município de Belém

09:40 - 10:00
Situação hepatites A e B no Estado do Pará

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Publicações científicas: divulgação de conhecimento a que custo?

09:00 - 09:20
Modelos de publicações

09:20 - 09:40
Os custos de publicação para o cientista brasileiro

09:40 - 10:00
Fator de impacto X Qualidade científica

10:00 - 10:30
DEBATE

    09:00 - 10:30

Revelando a Brucelose no Brasil

09:00 - 09:20
Brucelose Animal: do campo para a mesa

09:20 - 09:40
Brucelose Humana: Panorama Nacional

09:40 - 10:00
Brucelose Humana - Doença das mil faces: A experiência do Ambulatório de Doenças Tropicais e Zoonoses do Instituto de Infectologia Emilio Ribas

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Vírus respiratórios

09:00 - 09:20
Fatores de risco para Influenza

09:20 - 09:40
Novas vacinas para Vírus respiratórios

09:40 - 10:00
Ferramentas laboratoriais para identificação precisa de vírus respiratórios

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Peste, zoonose antiga com novas demandas

09:00 - 09:20
Estratégias do programa de vigilância e controle da peste bubônica no Brasil

09:20 - 09:40
Dinâmica da Yersinia pestis e prevalência de anticorpos anti-pestosos em animais sentinela-indicadores nos focos de peste do Brasil

09:40 - 10:00
Novas perspectivas para o monitoramento laboratorial de peste

10:00 - 10:30
DEBATE

 
09:20 09:20 - 10:30

TB pediátrica

09:20 - 09:35
Quais as novas recomendações da OMS para TB pediátrica

09:35 - 09:50
Diagnóstico da TB pediátrica: O que se tem feito? Existem novas perspectivas?

09:50 - 10:05
Tratamento preventivo para crianças: estudo de efetividade no sul do país

10:05 - 10:20
IGRA na pediatria, qual o seu lugar?

10:20 - 10:30
DEBATE

  09:20 - 10:30

Micobacterioses

09:20 - 09:35
O impacto do diagnóstico tardio de micobacteriose para o paciente e para o programa de tuberculose

09:35 - 09:50
O diagnóstico histopatológico como diferencial na detecção das micobacterioses

09:50 - 10:05
Desafios no desenvolvimento de novos fármacos para o tratamento da tuberculose e outras micobacterioses

10:05 - 10:20
Critérios da ATS: Diagnóstico das MNT em Hospital de Alta Complexidade

10:20 - 10:30
DEBATE

10:30             10:30 - 11:00

INTERVALO

           
11:00 11:00 - 12:00

(Re)Emergências de patógenos associada ao impacto antrópico na biodiversidade

11:00 - 12:00

Leptospirosis in the tropics

11:00 - 12:00

Vacinas para Flavivirus: situação atual e perspectiva

  11:00 - 12:00

Interseção entre as pandemias de Zika e COVID-19

11:00 - 12:00

História das pandemias até a COVID-19

11:00 - 12:00

CONFERÊNCIA MEDTROP

11:00 - 12:00

Malaria vaccine efficacy and safety

11:00 - 12:00

Panorama da brucelose humana e animal nas Américas

11:00 - 12:00

Estratégias de enfrentamento e vigilância das SRAG

11:00 - 12:00

Pandemia e doenças negligenciadas: os desafios em doenças transmissíveis na América Latina

  11:00 - 12:00

Vigilância Genômica na África

12:00             12:00 - 14:00

INTERVALO / SESSÃO TEMAS LIVRES

12:00 - 13:00

Simpósio Illumina

        12:00 - 13:00

Implementação de novas tecnologias: experiências REDE-TB e parceiros internacionais

12:00 - 14:00

INTERVALO

13:00             13:00 - 14:00

INTERVALO

         
14:00 14:00 - 15:30

RIickettsioses: diversidade clínica, etiológica e geográfica no Brasil

14:00 - 14:20
Rickettsiose por Rickettsia rickettsii

14:20 - 14:40
Rickettsiose por Rickettsia parkeri

14:40 - 15:00
Rickettsiose por Rickettsia typhi

15:00 - 15:30
DEBATE

  14:00 - 15:30

Arboviroses em uma visão multidisciplinar Moderador: a definir

14:00 - 14:20
Situação atual da dengue no Brasil

14:20 - 14:40
Novas abordagens sobre terapia antiviral

14:40 - 15:00
Perspectivas de vacinas para arboviroses

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Uso de biomodelos em pesquisas biomédicas e vigilância em saúde

14:00 - 14:20
Primatas não-humanos como modelo de pesquisa e conservação no CENP/IEC

14:20 - 14:40
Ciência em Animais de Laboratório na Pesquisa e Desenvolvimento

14:40 - 15:00
Controle de Qualidade em Animais de Laboratório

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Atualizações epidemiológicas e novas perspectivas para diagnóstico, tratamento e controle das helmintíases

14:00 - 14:20
Geohelmintíases

14:20 - 14:40
Esquistossomose

14:40 - 15:00
Angiostrongilíases

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Malária: ferramentas diagnósticas no contexto da eliminação

14:00 - 14:20
Mapa das deleções dos genes pfhrp2 e pfhrp3 de Plasmodium falciparum em áreas da Amazônia brasileira

14:20 - 14:40
Ferramentas moleculares point-of-care para detecção de recorrências de Plasmodium vivax

14:40 - 15:00
Inteligência Artificial (IA) para detecção de hemoparasitos

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:00

The dose makes the poison: avoiding aminoacid toxicity as a life trait for hematophagous insects

14:00 - 15:30

Novas tecnologias no combate a TB

14:00 - 14:15
Desenvolvimento e avaliação de vacina de reforço para BCG contra tuberculose baseada em multi-epítopos específicos para linfócitos B e T

14:15 - 14:30
CAD para excluir tuberculose em candidatos ao TPT

14:30 - 14:45
Baciloscopia Semi-automatizada: Protótipo

14:45 - 15:00
Novas perspectivas para o uso de testes point-of-care no diagnóstico da tuberculose

15:00 - 15:15
Avanços no diagnóstico laboratorial de TB/MNT: onde estamos e o que precisamos

15:15 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Inovação em Vigilância de Artrópode

14:00 - 14:20
Vigilância Ativa para a Determinação do Risco de Ocorrência de Febre Maculosa

14:20 - 14:40
Sistema de Informação Integrado: Das Ferramentas de Coleta de Dados a Tomada de Decisão

14:40 - 15:00
A hora do biomonitoramento molecular chegou: benefícios do metabarcoding em iniciativas de vigilância entomológicas

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Leptospirose humana

14:00 - 14:20
Aspectos clínicos e laboratoriais da Leptospirose Humana

14:20 - 14:40
Epidemiologia urbana e rural da Leptospirose humana

14:40 - 15:00
Diagnóstico moecular (qPCR) da Leptospirose humana

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Tópicos atuais e inovações em hanseníase

14:00 - 14:20
O PCDT de hanseníase e o teste rápido

14:20 - 14:40
Atualização em reações hansenicas

14:40 - 15:00
Resistência a medicamentos na hanseniase

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Saúde do Trabalhador dos Agentes de Combate às Endemias

14:00 - 14:20
O trabalho dos ACE e os riscos ocupacionais

14:20 - 14:40
Perfil epidemiológico relacionado ao trabalho dos ACE

14:40 - 15:00
Avaliação e monitoramento da saúde dos ACE: ações, perspectivas e desafios

15:00 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Comunicação em saúde e respostas comunitárias

14:00 - 14:15
CCAP TB Brasil - Projeto Logo

14:15 - 14:30
Rede Paulista de Contorle Social da Tubercuose - Projeto Ações colaborativas no enfrentamento a coinfecção TB/HIV - Mobilização social

14:30 - 14:45
Parceria Brasileira Contra TB - Monitora TB

14:45 - 15:00
Aplicativos para tuberculose

15:00 - 15:15
Ações de comunicação em saúde às respostas internacionais

15:15 - 15:30
DEBATE

14:00 - 15:30

Experiências regionais e independentes de vigilância genômica do SARS-CoV-2 no Brasil

14:00 - 14:15
LACEN-MG

14:15 - 14:30
LACEN-BA

14:30 - 14:45
LACEN-PR

14:45 - 15:00
Vigilância nos Laboratórios

15:00 - 15:30
DEBATE

15:00   15:00 - 18:00

Bioquímica e biologia molecular em vetores

15:00 - 15:20
Análise transcriptômica da interação entre vírus e insetos triatomíneos

15:20 - 15:40
Nyssorhynchus darlingi genome-wide studies related to microgeographic dispersion and blood-seeking behavior

15:40 - 16:00
Transcriptomic analysis of genes associated to pyrethroid resistance in central and south American Anopheles albimanus

16:00 - 16:20
Ecological genomics of olfactory genes in Culex quinquefasciatus mosquitoes

16:20 - 16:40
Análise comparativa de Aedes albopictus e Aedes aegypti submetidos a condições indutoras de diapausa e identificação de aspectos conservados e divergentes associados à sua indução

16:40 - 17:10
The genome of the neotropical malaria vector Anopheles aquasalis: Identification and evolutionary analysis of genes related to immune defense and digestion

15:30             15:30 - 16:00

INTERVALO

          15:30 - 16:00

INTERVALO

16:00 16:00 - 17:30

As doenças infecciosas e os sistemas de informação em saúde

16:00 - 16:20
O Sistema de Informações sobre Mortalidade na era da epidemia de COVID-19 no Brasil​

16:20 - 16:40
e-SUS Notifica: sistema de informação criado no âmbito na emergência de saúde pública relacionada à COVID-19 no Brasil

16:40 - 17:00
Vigilância epidemiológica das zoonoses e o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan): perspectivas para a abordagem One Health no Brasil

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Doenças infecciosas como fatores de risco para anomalias congênitas

16:00 - 16:20
Sífilis gestacional e congênita: manifestações clínicas, cenário epidemiológico no Brasil e prevenção

16:20 - 16:40
Toxoplasmose gestacional e congênita: manifestações clínicas, cenário epidemiológico no Brasil e prevenção

16:40 - 17:00
Futuro e perspectivas sobre a Síndrome congênita associada à infecção pelo vírus Zika no Brasil

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Estratégias para a eliminação da Transmissão Vertical de HIV, sífilis e hepatites virais

16:00 - 16:20
Política de transmissão vertical nas Américas

16:20 - 16:40
Pacto de eliminação da transmissão vertical no Brasil

16:40 - 17:00
Atualização do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas de transmissão vertical

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Pesquisas em apoio ao controle e eliminação de doenças parasitárias

16:00 - 16:20
Estudos de eficácia com antimaláricos para Plasmodium vivax: O que já sabemos?

16:20 - 16:40
Manejo clínico das Leishmanioses no contexto brasileiro: desafios e peculiaridades

16:40 - 17:00
Doença de Chagas

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Comunicação científica em instituto e pesquisa

16:00 - 16:20
A divulgação científica

16:20 - 16:40
A percepção da Amazônia pelos pesquisadores do IEC

16:40 - 17:00
A cientista e a divulgação científica

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Malária: tratamento e resistência

16:00 - 16:20
Tratamento universal: onde estamos?

16:20 - 16:40
Mecanismos genéticos da resistência dos plasmódios aos antimaláricos

16:40 - 17:00
Eficácia e segurança de um novo co-blister de cloroquina e primaquina para tratamento de malária por Plasmodium vivax não complicada

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:15

TB infecção

16:00 - 16:15
Panorama epidemiológico e inovação no monitoramento do tratamento da infecção latente pelo Mycobacterium tuberculosis no Brasil

16:15 - 16:30
Resultados do ensaio clinico de isoniazida 300 mg

16:30 - 16:45
PENDENTE

16:45 - 17:00
Revacinação com BCG e prevenção de infeção latente por TB em trabalhadores de saúde: Brace Trial

17:00 - 17:15
DEBATE

16:00 - 17:30

Coleções Microbiológicas – Passos o reconhecimento e oficialização no Brasil

16:00 - 17:30

Leptospirose: Ambiente e reservatórios

16:00 - 16:20
As intercorrências climáticas e a Leptospirose

16:20 - 16:40
Situação geral e os desafios da Leptospirose animal

16:40 - 17:00
Importância dos reservatórios urbanos e rurais na contaminação ambiental

17:00 - 17:30
DEBATE

16:00 - 17:30

Hanseníase

16:00 - 16:20
O que é diagnóstico precoce em hanseníase?

16:20 - 16:40
A epidemiologia espacial no contexto da hanseníase

16:40 - 17:00
A biologia molecular como ferramenta complementar no diagnóstico da hanseníase

17:00 - 17:30
DEBATE

  16:00 - 17:15

Tuberculose e Povos indígenas

16:00 - 16:15
Tuberculose droga resistente em povos indígenas: situação epidemiológica e cenário atual

16:15 - 16:30
Desempenho de testes para o diagnóstico de tuberculose pulmonar em populações indígenas no Brasil: a contribuição do teste rápido molecular

16:30 - 16:45
Práticas tradicionais de cura e plantas medicinais no tratamento da tuberculose entre o povo indígena Guarani e Kaiowá de Mato Grosso do Sul

16:45 - 17:00
Resultados preliminares de extratos de plantas utilizadas pelo povo indígena Guarani e Kaiowá no tratamento da tuberculose

17:00 - 17:15
DEBATE

16:00 - 17:30

Efetividade das vacinas contra COVID-19

16:00 - 16:20
O desenvolvimento de vacinas contra COVID-19: o que aprendemos?

16:20 - 16:40
Dos estudos para a implementação Avaliação da Efetividade das vacinas em condições reais: Oportunidades e desafios.

16:40 - 17:00
O que as análises de grandes bancos contribuem para o entendimento do efeito das vacinas?

17:00 - 17:30
DEBATE

17:15 17:15 - 18:00

EM ABERTO

   
17:30 17:30 - 18:00

Doenças tropicais e saúde da população ribeirinha na Amazônia

17:30 - 18:00

Infecção por Coxiella burnetii em humanos no Brasil

17:30 - 18:00

Aplicações do uso da técnica de excesso de mortalidade como estratégia de vigilância ativa: exemplo da chikungunya e Covid-19

17:30 - 18:00

O estado da arte: Paracoccidioides brasiliensis e Paracoccidioides lutzii

  17:30 - 18:00

Malária e determinantes sociais

  17:30 - 18:00

Leptospirose como doença emergente e negligenciada

17:30 - 18:00

Hanseníase: um olhar ampliado sobre a queixa, os sinais clínicos, a funcionalidade e a intervenção terapêutica

17:30 - 18:00

A prática da medicina pós-pandemia: legados e desafios

  17:30 - 18:30

Clinical and Immunological Interface in COVID-19 and how it influences the pandemic response

18:00                          
18:30                            

Legenda

  • MEDTROP
  • Entomol 9
  • IX Workshop Nacional REDE-TB
  • 2° Fórum Covid-19

16/11/2022 (Quarta-feira)

  Sala 1 Sala 2 Sala 3 Sala 4 Sala 5 Sala 6 Sala 7 Arena Silenciosa 1 Arena Silenciosa 2 Arena Silenciosa 3 Arena Silenciosa 4 Salão B
08:30 08:30 - 09:00

Doenças tropicais e saúde indígena no Parque Indígena do Xingu

08:30 - 09:00

Vacinação da FA no Brasil

08:30 - 09:00

Ecologia de fatores ambientais que influenciaram na transmissão da Febre Amarela silvestre

08:30 - 09:00

Espécies de Brucella E. e seu potencial patogênico para os humanos

  08:30 - 09:00

A malária vivax

08:30 - 12:00

Controle de mosquitos

08:30 - 08:50
ARBOALVO: Metodologias de estratificação de áreas prioritárias para a vigilância de arboviroses urbanas transmitidas por Aedes no Brasil

08:50 - 09:10
O desafio do Aedes albopictus no Brasil: um resumo dos aspectos bioecológicos para a vigilância e controle

09:10 - 09:30
Desenvolvimento de micoinseticida para controle de Aedes aegypti

09:30 - 09:50
New tools for malaria vector control: spatial repellents and attractive targeted sugar baits

09:50 - 10:10
Digestão de açúcares em insetos vetores: novas perspectivas de controle 

10:10 - 10:30
Anopheles and Aedes vector control innovations and their applicability in the Americas

10:30 - 10:50
Challenges and prospects for the control of insecticide resistant mosquito vectors

10:50 - 11:10
Dinâmica da intervenção para controle de Aedes utilizando Estações Disseminadoras de Larvicidas

08:30 - 09:00

Análise de risco ou Laboratórios de alta contenção biológica

08:30 - 09:00

Doença de Lyme-Símile brasileira (Síndrome de Baggio-Yoshinari): Análise da evidência científica

08:30 - 09:00

Doença de Jorge Lobo, Lobomicose (Lacazia loboi): Panaroma da doença na Amazônia

08:30 - 09:00

Saúde Indígena e Doenças Tropicais na Amazônia: vivências com a etnia Zoé

08:30 - 10:30

Manifestações Clínicas e Manejo da COVID-19

08:30 - 09:00
Manifestações Clínicas da COVID-19: o que mudou e o que precisamos observar?

09:00 - 09:30
Manejo de formas leves

09:30 - 10:00
Manejo de casos graves

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00   09:00 - 10:30

Saúde LGBTQIAP+ na Amazônia

09:00 - 09:20
Introdução à Saúde LGBTQIAP+: conceitos e preconceitos

09:20 - 09:40
Infecção pelo HIV/aids e acesso à prevenção combinada na Amazônia: como estamos?

09:40 - 10:00
Monkeypox: uma epidemia concentrada em HSH?

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Resistência Microbiana e COVID-19

09:00 - 09:20
Epidemiologia da Resistência Microbiana no Cenário Pós COVID

09:20 - 09:40
Novos antimicrobianos no tratamento das infecções por enterobacterias produtoras de carbapenemase

09:40 - 10:00
Acinetobacter e os desafios terapêuticos nas Unidades de Terapia Intensiva durante a pandemia

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

O desafio dos testes diagnósticos no manejo das infecções fúngicas

09:00 - 09:20
Qual o papel Crag LFA no manejo da criptococose?

09:20 - 09:40
Testes diagnósticos para histoplasmose: indicações para o manejo

09:40 - 10:00
Testes moleculares no diagnóstico das micoses endêmicas

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Doença avançada pelo HIV e doenças tropicais

09:00 - 09:15
Cenário da Doença avançada pelo HIV no Brasil

09:15 - 09:30
Doença avançada pelo HIV e as micoses sistêmicas: criptococose, histoplasmose, leishmaniose, paracoccidioidomicose, esporo

09:30 - 09:45
Doença avançada pelo HIV e doença de Chagas

09:45 - 10:00
Doença avançada pelo HIV e micobacterioses

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Malária: química farmacêutica e fatores genéticos associados à terapêutica

09:00 - 09:20
Descoberta de novos alvos terapêuticos contra Plasmodium vivax

09:20 - 09:40
Papel das isoformas da CYP450 no metabolismo das drogas antimaláricas

09:40 - 10:00
Deficiência de G6PD e segurança de drogas hipnozoiticidas

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Rede de laboratórios de alta contenção biológica (NB-3)

09:00 - 09:20
Estado da arte dos laboratórios de alta contenção no Brasil

09:20 - 09:40
Importância e desafios para estruturar uma rede de laboratórios de alta contenção biológica

09:40 - 10:00
Modelo de rede de laboratórios de alta contenção biológica

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Discussões atuais sobre doenças seculares: Hanseníase, Tracoma e Micoses

09:00 - 09:20
Biologia Molecular para a Epidemiologia da Hanseníase

09:20 - 09:40
Inovações no diagnóstico laboratorial do tracoma

09:40 - 10:00
Perspectivas para o diagnóstico etiológico das micoses

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

O desafio da Raiva Humana na região norte

09:00 - 09:20
Surtos de raiva humana transmitidas por morcegos no Pará

09:20 - 09:40
Experiência com vacinação pré-exposição no Amazonas

09:40 - 10:00
O problema do diagnóstico nos surtos de raiva humana

10:00 - 10:30
DEBATE

09:00 - 10:30

Bioinformática para vigilância e inovação em saúde

09:00 - 09:20
Bioinformática para prospecção de novo fármacos

09:20 - 09:40
Bioinformática na análise de parasitas e vetores

09:40 - 10:00
Bioinformática de análise de arbovírus

10:00 - 10:30
DEBATE

10:30                      
11:00 11:00 - 12:00

Abordagem One Health para Leptospirose

11:00 - 12:00

New technologies for microbial detection and diagnostic

11:00 - 12:00

Patogenia da dengue

11:00 - 12:00

Vacina para tuberculose MTBVAC

11:00 - 12:00

Vacinação do viajante: da rotina às obrigatórias

11:00 - 12:00

Arboviroses e COVID-19: Implicações e conhecimento sobre co-circulação e co-coinfecções

11:00 - 12:00

Geografia da saúde nos trópicos amazônicos

11:00 - 12:00

Implementação de tafenoquina em dose única para cura radical de malária vivax no Brasil: uma experiência inédita

11:00 - 12:00

Contribuição de políticas de redução da pobreza no controle das doenças infecciosas: evidências da coorte de 100 milhões de brasileiros

11:00 - 12:00

O diagnóstico de doenças endêmicas na Beira do Leito – A ERA POC

11:00 - 12:00

Long-Covid no Brasil

12:00             12:00 - 14:00

INTERVALO / SESSÃO TEMAS LIVRES

        12:00 - 14:00

INTERVALO

14:00             14:00 - 15:00

Procurando repelentes melhores

        14:00 - 15:30

Arte, ciência e comunicação em tempos de COVID-19

14:00 - 14:20
A physician/photographer view from the COVID-19 frontline

14:20 - 14:40
“Quando Falta o Ar”- documentando a tragédia causada pela COVID-19

14:40 - 15:00
Imprensa e Comunicação na COVID-19

15:00             15:00 - 18:00

Estudos de vetores na Amazônia

15:00 - 15:20
Vetores de arbovírus de importância médica e veterinária da Amazônia brasileira

15:20 - 15:40
Controle vetorial de Aedes com estações disseminadoras em pontos estratégicos

15:40 - 16:00
Colônia de Anopheles e sua importância para pesquisa no Brasil

16:00 - 16:20
Preferência de hospedeiros e genética populacional de Mansonia spp. em escala microgeográfica ao longo do rio Madeira em Porto Velho, Rondônia, Brasil

16:20 - 16:40
Simulium oyapockense (Diptera:Simulidae) vetor de filarias e possíveis patógenos de reservatórios silvestres na Amazônia

16:40 - 17:10
Efeitos da degradação da paisagem sobre as populações de vetores de Trypanosoma cruzi

       
15:30                     15:30 - 16:00

INTERVALO

16:00                     16:00 - 17:30

COVID-19 em Crianças

16:00 - 16:20
COVID e Pós COVID-19 na população pediátrica

16:20 - 16:40
Impacto do COVID-19 na população pediátrica

16:40 - 17:00
Eficácia e efetividade das vacinas de COVID-19 na população pediátrica

17:00 - 17:30
DEBATE

17:30                     17:30 - 18:30

Pontos a melhorar e Lições Aprendidas com a COVID-19 na preparação e resposta mundial a novas pandemias/epidemias

18:00                      
18:30                        

Legenda

  • MEDTROP
  • Entomol 9
  • 2° Fórum Covid-19